Jean Carlos Cunha

.:: Diferente e eficiente::.

Explicações Voz Sobre IP e Telefonia IP

Ola pessoal agora tamo de praticamente de casa nova, ainda vou fazer um post com estas consideraçoes porem enquanto isso “E HORA DE POSTAR”.

Farei uma abordagem utilizando um material que colhi no oraculo….

Bom a expansão do uso das tecnologias de redes tem possibilitado uma larga utilização dos serviços de comunicação para o transporte de dados, voz e imagens com taxas de transmissão cada vez mais elevadas.

Essa evolução das redes levou ao aparecimento de tecnologias para o fornecimento de serviços de telefonia utilizando a rede IP no estabelecimento de chamadas e comunicação de voz. Quanto às tecnologias atualmente utilizadas com esse fim, temos a Telefonia IP e a VoIP (Voice over Internet Protocol). São tecnologias baseadas em padrões e recomendações aprovados por organismos internacionais de padronização, como o IETF e o ITU-T.

Entretanto, existem diferenças entre Telefonia IP e Voz sobre IP. Por exemplo, quando mencionamos VoIP, estamos fazemos referência a integração entre uma central de telefonia privada (PABX) e um gateway (roteador ou switch), que faz a conversão do padrão de voz tradicional para Voz sobre IP. Este conceito é um pouco diferente da Telefonia IP, em que não há mais a figura do PABX convencional e os próprios telefones já fazem a conversão para VoIP.

Para perceber melhor a diferença entre essas tecnologias, é preciso entender um pouco os conceitos de cada uma delas.

Telefonia IP


A telefonia IP é uma das formas para a transmissão de Voz sobre IP. Além da digitalização e do transporte da voz, a telefonia IP também permite outros tipos de serviços comuns aos de telefonia, como transferência de chamadas, chamadas em espera, etc. A telefonia IP é considerada por muitos especialistas como a próxima geração das redes de telecomunicações.

O termo Telefonia IP é genérico e define as tecnologias de redes que utilizam o protocolo IP para trafegar dados e voz, sejam elas redes públicas (como a Internet) ou redes privadas. Surgiu no mercado de telecomunicações em 1995, e desde então, os fabricantes vêm se esforçando para desenvolver novos equipamentos com preços mais acessíveis e com tamanho reduzido a fim de difundir a tecnologia.

Nos serviços de telefonia convencional, a voz é transmitida através da Rede de Telefonia Pública Comutada (RTPC). Nos serviços de telefonia IP, a voz passa por um processo de digitalização para que este possa viajar pela rede na forma de bits. Uma vez digitalizada, a voz é transmitida na forma de pacotes de dados usando o protocolo IP dentro de uma rede privativa ou rede onde há garantia do serviço oferecido, isto é, não existem atrasos que comprometam a qualidade da voz transmitida (uma rede VPN, por exemplo).

A Telefonia IP também utiliza telefones especiais, conhecidos como telefones IP. São telefones especiais que utilizam o protocolo IP para sua comunicação. Eles são conectados a mesma porta que o computador convencional. Além das facilidades de um telefone digital, os usuários têm acesso às aplicações específicas executadas no próprio telefone IP, como serviços baseados em internet, multimídia, etc.

Voz sobre IP (VoIP)

A VoIP, consiste no uso das redes de dados que utilizam o conjunto de protocolos TCP/UDP/IP para a transmissão de sinais de voz em tempo real na forma de pacotes. A voz é digitalizada e transmitida usando uma infra-estrutura LAN ou WAN. Neste caso, não há garantia de serviço, isto é, dependendo do tráfego, podem ocorrer retardos na transmissão. Quando chegam ao seu destino, os dados são convertidos novamente em sinais analógicos.

A vantagem é que, usando a Internet, por exemplo, as chamadas telefônicas de voz trafegam juntamente com outros tipos de informação, evitando os custos que essas mesmas chamadas teriam se fossem enviadas isoladamente através da rede de telefonia pública comutada. O impacto mais importante está na separação efetiva entre o controle das chamadas e o transporte. A infra-estrutura necessária para Voz sobre IP necessita de um cabeamento preparado para o transporte de grandes volumes de dados, com priorização de tráfego. Os equipamentos de rede, principalmente os switches, devem possuir uma boa capacidade de tráfego e recursos de qualidade de serviço (QoS).

O futuro nada mais é que o presente do amanha…

CLICK e Confira as dicas abaixo:

Apostilas gratis

Livros Gratis

Revenda de site

Tenha seu site


Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: