Jean Carlos Cunha

.:: Diferente e eficiente::.

Conceitos basicos de Bioestatística

Ola pessoal aqui é eu dinovo agora para postar alguns conceitos basicos sobre Bioestatística espero que gostem e aprendam com isso..

Estatística
É um ramo do conhecimento que consta de um conjunto de processos cujo objetivo é a observação, a classificação formal e a análise de fenômenos coletivos ou de massa (finalidade descritiva) e, também, de investigar a possibilidade de fazer inferências indutivas válidas a partir de dados observados e buscar métodos para permitir essa inferência (finalidade indutiva).
Biometria
É um ramo da ciência que estuda a mensuração dos seres vivos. É a parte da Estatística que investiga atributos biológicos quantitativos, pertinentes a uma população de seres vivos. As idéias dos cientistas devem ser testadas. Isso possibilita projetos de pesquisa.

Dado
Elemento ou quantidade conhecida que serve de base à resolução de um problema.

É importante notar que
– para a Estatística não interessam resultados únicos.
– se os dados não puderem ser quantificados não poderão ser submetidos à analise estatística.

Estágios de uma pesquisa
– Redução do problema a uma hipótese testável
– Desenvolvimento de um conjunto de instrumentos (ex: elaboração de um questionário, entrevista, método laboratorial)
– Coleta dos dados
– Análise dos dados
– Interpretação dos dados, levando em conta a hipótese inicial
– Comunicação dos resultados (seminários, conferências e/ou publicações)

Amostra
Conjunto de observações individuais, selecionadas por um critério específico.

Para se fazer as observações individuais toma-se a Menor Unidade Amostral (M.U.A.).

Notar que os elementos amostrais podem ser: Simples (indivíduos) ou Coletivos (famílias, irmandades, colônias). Ex:

AMOSTRA: Peso de 100 ratos
M.U.A.: Cada rato
OBSERVAÇÃO INDIVIDUAL: Peso de cada rato

AMOSTRA: Peso de 1 rato durante 1 mês
M.U.A.: O rato
OBSERVAÇÃO INDIVIDUAL: Cada pesagem do rato

População (ou Universo)
– em Biologia: é o conjunto de indivíduos de uma certa espécie, que ocupa uma certa área em um determinado intervalo de tempo.

– em Estatística: é a totalidade de observações individuais dentro de uma área de amostragem delimitada no espaço e no tempo, sobre as quais serão feitas inferências.

Inferência Estatístisca
População > Amostra > Observações Individuais de Caracteres ou Variáveis

Variável
Propriedade em relação à qual os indivíduos de uma amostra diferem de algum modo aferível (aferir = ajustar a um padrão). Note-se que as propriedades que não variam não são de interesse estatístico.

Variáveis Mensuráveis
– Contínuas: Podem assumir qualquer valor. Dependem apenas da precisão do instrumento de medição. Exemplos: comprimentos, áreas, volumes, pesos, ângulos, temperaturas, períodos de tempo, taxas, %…

– Descontínuas: Podem assumir apenas valores inteiros, sem intermediários possíveis. Também são chamadas de MERÍSTICAS ou DISCRETAS. Exemplos: Número de estruturas (ex: dentes, glândulas), Número de colônias de microorganismos em uma placa de Petri, Número de indivíduos por área.

Casos especiais de variáveis descontínuas:
– Variáveis de ordenação: não podem ser medidas, mas podem ser ordenadas ou classificadas. Exemplo: Seqüência de eclosão de pupas (1a, 2a, 3a, etc)
– Variáveis qualitativas (também chamadas de categóricas ou de atributos) : não podem ser medidas, mas são expressas qualitativamente. Combinando-se os atributos com freqüências, esses podem ser tratados estatisticamente. Ex: sexo (macho ou fêmea), cor do olho (verde ou azul ou castanho), grupos de um sistema sangüíneo.

Exatidão
É a proximidade da medida obtida em relação à medida real.

Precisão
É a capacidade de reproduzir o mesmo valor em medidas consecutivas.

Limites implícitos
O último dígito de uma medida deve ser significativo, ou seja, deve estar entre limites implícitos, os quais devem ser verificáveis. Por exemplo:

Se a medida é 12, os limites implícitos são 11.5 e 12.5
Se a medida é 12.3, os limites implícitos são 12.25 12.35
Se a media é 12.32, os limites implícitos sãio 12,315 12,325

Convenção para Arredondamento
Se o dígito a ser arredondado é seguido de um número menor que cinco, não é alterado. Se o dígito a ser arredondado é seguido de um número maior ou igual a cinco, é acrescido de uma unidade.
Ex.: Supondo que se deseja arredondar para
– a terceira casa decimal:
3.14128 : 3.141
4.26781 : 4.268
2.99251 : 2.993

– a segunda casa decimal:

3.14128: 3.14
4.26781: 4.27
2.99251: 2.99

comentem…

Click nas dicas abaixo.
Apostilas gratis
Livros Gratis
Tutorias Gratis

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: